Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Muçulmanos do Reino Unido devem se unir em suas mesquitas no Ramadã, afirma Hussein Halawa

Hussein Halawa: Muçulmanos do Reino Unido devem se unir atrás de suas mesquitas no Ramadã [Al Arab no Reino Unido]

Sheikh Hussein Halawa, secretário-geral do Conselho Europeu para Fatwa e Pesquisa (ECFR, na sigla em inglês), exortou os muçulmanos do Reino Unido a aderirem às suas principais mesquitas centrais quando se trata do início do mês abençoado do Ramadã, mesmo que seja diferente da declaração oficial emitida pelo ECFR.

No início de fevereiro, o Conselho Europeu de Fatwa anunciou que sábado, 2 de abril de 2022, será o primeiro dia do Ramadã 1443 AH. Contudo, o sheikh Halawa disse que as decisões individuais das mesquitas centrais têm precedência, afirmando princípios de unidade e harmonia entre os muçulmanos.

Suas declarações vieram durante a primeira transmissão interativa ao vivo organizada pela Al-Arab no Reino Unido (AUK), que foi ao ar em suas várias plataformas de mídia social na noite de quinta-feira, 31 de março, com centenas de árabes e muçulmanos presentes virtualmente.

No entanto, o sheikh Hussein Halawa pediu às mesquitas do Reino Unido que considerem aderir à declaração do ECFR, pois é baseada em pesquisas científicas, e foi acordada em uma grande conferência islâmica liderada pela Arábia Saudita que ocorreu em Istambul com representantes de 80 países diferentes.

“A decisão de iniciar o mês do Ramadã é uma decisão legal e científica que não está sujeita a contas políticas e não deve ser negligenciada”, disse Halawa. “Assim como contamos com nossos relógios ao longo do ano para definir os horários das orações, também adotamos cálculos astronômicos científicos – não astrologia – para definir o início do Ramadã.”

LEIA: Colonos israelenses tentam incendiar mesquita na Cisjordânia ocupada

O teólogo também expressou perplexidade com a insistência de alguns em adiar o anúncio das datas específicas do jejum e do Eid de acordo com a ciência e a tecnologia, mesmo que vivamos em um mundo moderno que depende de datas precisas para viagens, trabalho, férias etc. autoridades precisam organizar nossos assuntos de acordo com isso.

O encontro de perguntas e respostas com o sheikh Hussein Halawa foi o primeiro ao vivo organizado pela AUK em suas redes sociais, moderado por seu editor-chefe, Adnan Hmidan, que viu nisso uma oportunidade maior de se aproximar da comunidade árabe no Reino Unido, e servi-los de forma mais eficaz.

“O primeiro show ao vivo da AUK desde seu lançamento oficial no início de 2022 coincidiu com a recepção de um convidado anual muito importante: o abençoado mês do Ramadã”, disse Hmidan.

Ele também expressou a honra da plataforma em receber uma figura proeminente como sheikh Halawa como seu primeiro convidado ao vivo, dizendo: “Esperamos que seja um começo promissor e frutífero para esta plataforma e sua mensagem”.

A plataforma Al-Arab no Reino Unido preparou uma programação especial para o mês sagrado do Ramadã 2022, na esperança de servir a comunidade árabe do Reino Unido de forma mais eficaz.

Você também pode assistir a uma gravação da transmissão ao vivo com sheikh Hussein Halawa nas páginas oficiais da AUK no Twitter e no Facebook.

LEIA: Lobby de Israel tenta remover rapper britânico pró-Palestina do Spotify

Categorias
Europa & RússiaNotíciaOrganizações InternacionaisReino UnidoUE
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments