Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Autoridades israelenses suspendem ordem de despejo da casa de Sheikh Jarrah em meio a pressão local e internacional

Forças israelenses escoltam um homem de muletas para longe das ruínas de uma casa palestina que demoliram, no bairro de Sheikh Jarrah, em 19 de janeiro de 2022 [Ahmad Gharabli/AFP via Getty Images]

As autoridades do exército israelense impediram, na terça-feira, o despejo de uma família palestina de sua casa no bairro Sheikh Jarrah, em Jerusalém Oriental, em meio a pressão local e internacional.

Na segunda-feira, Mohammed Salhiya, um residente palestino do bairro de Sheikh Jarrah, carregou uma botija de gás para o telhado de sua casa e ameaçou explodir sua casa em vez de deixar sua família ser forçada a sair.

Os moradores do bairro também se reuniram em frente à família de Salhiya em uma demonstração de solidariedade, junto com membros judeus do movimento antissionista Neturei Karta.

O representante da União Europeia nos territórios palestinianos, Sven Kon Burgsdorf, chegou segunda-feira ao bairro, acompanhado por uma delegação de diplomatas europeus.

LEIA: Israel é amplamente condenado por demolição em Sheikh Jarrah

“Os despejos nos territórios ocupados são uma violação do direito internacional humanitário, e isso se aplica a qualquer despejo ou demolição, incluindo esta”, disse Burgsdorf à AFP.

Em 2017, um tribunal israelense decidiu a favor de expulsar a família de Salhiya de sua casa e alocou o terreno onde sua casa fica para a construção de uma escola.

Centenas de palestinos estão enfrentando despejos de suas casas em Sheikh Jarrah e outros bairros de Jerusalém Oriental.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments