Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

AP confere Medalha da Ordem de Jerusalém ao ativista Suleiman Hathalin

Procissão funeral de Suleiman Hathalin, na aldeia de Umm al-Kheir, perto da cidade de Hebron (Al-Khalil), na Cisjordânia ocupada, em 18 de janeiro de 2021 [HAZEM BADER/AFP via Getty Images]

Nesta terça-feira (18), o Presidente da Autoridade Palestina (AP) Mahmoud Abbas conferiu a Medalha da Ordem de Jerusalém a Suleiman Hathalin, ativista palestino que faleceu de seus ferimentos após ser atropelado pela polícia israelense, há duas semanas.

O líder comunitário de 75 anos foi atropelado em 5 de janeiro, quando forças da ocupação invadiram a aldeia de Umm al-Kheir, na região de Masafer Yatta, para apreender veículos supostamente roubados ou não-registrados, segundo informações do Middle East Eye.

Conforme os relatos, a polícia israelense disparou gás lacrimogêneo e munição real quando residentes tentaram impedir o avanço dos caminhões de reboque.

LEIA: Ativista anticolonial palestino, de 75 anos, morre de ferimentos causados por Israel

Jibrin al-Bakri, governador de Hebron, concedeu a honraria à família de Suleiman, em nome da presidência palestina, na aldeia de Umm al-Kheir, ao sul de Hebron.

Sabri Saidam, ex-ministro palestino para a educação, afirmou que Abbas decidiu condecorar Suleiman em reconhecimento de sua luta em defesa da Palestina ocupada.

Desde a instalação do assentamento ilegal de Carmel, em parte da área pertencente a Umm al-Kheir, em 1980, Suleiman Hathalin liderou protestos contra a expansão colonial e a subsequente ameaça de deslocamento imposta aos residentes palestinos.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments