Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Dois soldados israelenses são mortos por fogo amigo na Cisjordânia ocupada

Soldados israelenses em Nablus, na Cisjordânia ocupada, em 23 de agosto de 2021 [Jaafar Ashtiyeh/AFP via Getty Images]

Dois soldados israelenses foram mortos ontem à noite em um incidente de fogo amigo durante uma patrulha perto de uma base militar no Vale do Jordão ocupado.

De acordo com um comunicado dos militares, “os oficiais foram mortos depois que uma identificação equivocada levou a um incidente de fogo amigo”. Os dois eram majores da unidade de comando de elite Egoz e foram mortos por colegas soldados que os confundiram com atiradores palestinos, enquanto um porta-voz disse que tiros de advertência foram disparados contra uma figura suspeita perto da base do exército de Nabi Musa durante o exercício noturno.

“Um soldado da unidade confundiu suas ações com um ataque palestino e, como resultado de [seu] fogo, os dois oficiais foram mortos”, disse o porta-voz na rádio pública Kan.

Os militares estão investigando o incidente e identificaram os soldados como major Ofek Aharon, 28, e major Itamar Elharar, 26.

As mortes dos soldados ocorrem uma semana depois que dois pilotos da força aérea israelense foram mortos em um acidente de helicóptero na costa norte de Haifa. O incidente também segue o anúncio dos militares há dois meses de que estaria afrouxando suas políticas de abrir fogo contra pessoas suspeitas de roubar armas, o que tem sido um problema persistente nas bases do exército, mais recentemente isso foi revisado para incluir crianças que atiram pedras.

LEIA: Mate-se em silêncio – diz policial israelense à mulher que liga em busca de ajuda

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments