Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

‘Não permitiremos que o Hamas firme os pés em Jerusalém’, afirma Gantz

Ministro da Defesa de Israel Benny Gantz em Jerusalém ocupada, 7 de junho de 2021 [Menahem Kahana/AFP/Getty Images]

O governo israelense “não permitirá que o Hamas firme os pés em Jerusalém”, afirmou nesta segunda-feira (22) o Ministro da Defesa de Israel Benny Gantz.

As informações são da rede de notícias Arab48.

Gantz referiu-se a uma troca de tiros que ocorreu na cidade ocupada, no domingo (21), na qual um professor palestino e um soldado israelense foram mortos, além de quatro feridos.

O movimento palestino Hamas, radicado na Faixa de Gaza sitiada, alegou que o professor Fadi Abu Shkeidem, de 42 anos, era um de seus líderes na cidade sagrada.

“O Hamas tenta deflagrar a situação em Israel, sobretudo na Cisjordânia”, argumentou Gantz. “Isso é perigoso, mas fracassou. Jamais deixaremos que transforme a Cisjordânia em uma nova Gaza e jamais permitiremos que firme os pés em Jerusalém Oriental”.

Ainda ontem, a inteligência israelense propagandeou a prisão de 50 palestinos vinculados ao Hamas, que supostamente faziam parte de uma rede de infraestrutura do grupo de resistência e planejavam operações nas terras ocupadas da Cisjordânia e Jerusalém.

Em nota, o serviço de segurança interna Shin Bet alegou apreender 50 militantes junto de armamentos e materiais utilizados para fabricar explosivos, na Cisjordânia ocupada.

O Hamas não comentou os rumores, até então.

LEIA: Defesa diz que faxineiro que espionava Gantz para o Irã não pensava prejudicar a segurança de Israel

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments