Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

‘Para muitos de nós, está no DNA’, afirma Pelosi sobre apoio a Israel

Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, durante a 56ª Conferência de Segurança de Munique, Alemanha, 14 de fevereiro de 2020 [Abdulhamid Hosbas/Agência Anadolu]

Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, afirmou durante encontro com o chanceler israelense Yair Lapid que o apoio suprapartidário à ocupação é questão de orgulho, segundo informações do jornal The Jerusalem Post.

“É um privilégio conversar sobre a importância dos laços entre Israel e Estados Unidos, baseados em segurança e valores mútuos, e é também uma fonte de orgulho a todos nós no Congresso que trabalhamos nisso”, declarou a veterana democrata.

Pelosi reiterou que o apoio a Israel “sempre foi transpartidário no Congresso dos Estados Unidos e continuará a sê-lo”.

“Para muitos de nós, está no DNA”, acrescentou Pelosi, ao alegar que seu pai, o falecido congressista Thomas D’Alessandro, do estado de Maryland, ajudou a convencer o presidente Franklin Delano Roosevelt a promover a criação do Estado de Israel.

LEIA: O que o debate sobre a Cúpula de Ferro diz sobre a política americana?

De sua parte, Lapid agradeceu Pelosi por ser uma “grande amiga de Israel” e mobilizar apoio no legislativo americano. “Temos de nos unir em torno da ideia de que queremos expandir e aprofundar nosso círculo de paz”, insistiu o ministro israelense.

“Precisamos e podemos nos unir sobre o princípio básico de que Israel tem o direito de defender-se e que os palestinos merecem uma vida melhor”, prosseguiu. “Temos de nos unir sobre a ideia de jamais permitir que o Irã se torne uma nação nuclear”.

Lapid agradeceu Pelosi por aprovar o envio de recursos adicionais ao sistema de mísseis Domo de Ferro, em setembro — “para a defesa de nossas crianças e nosso povo; sei que preocupa a senhora e que passou noites em claro sobre isso”, comentou o chanceler.

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments