Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Bennett revela plano para trazer 0,5 milhão de judeus a Israel

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, na cerimônia em memória dos soldados mortos na Guerra do Yom Kippur de 1973 em Jerusalém, em 19 de setembro de 2021 [Ohad Zwigenberg/POOL/AFP via Getty Images]
O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, na cerimônia em memória dos soldados mortos na Guerra do Yom Kippur de 1973 em Jerusalém, em 19 de setembro de 2021 [Ohad Zwigenberg/POOL/AFP via Getty Images]

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, revelou ontem planos para trazer 500.000 imigrantes judeus dos Estados Unidos, América do Sul e França para Israel, informou a mídia local.

Falando em uma conferência da Ynet marcando a semana da imigração e absorção, Bennett disse: “É duvidoso que haja questões mais importantes para o nosso futuro e a essência tanto de Israel quanto da sociedade israelense do que o assunto da imigração judaica”.

De acordo com a Ynet News, ele acrescentou: “Desde sua fundação até os dias atuais, a imigração judaica moldou a face da sociedade israelense e criou um mosaico único, diferente de qualquer outro lugar do mundo”.

“Nosso objetivo é trazer 500.000 imigrantes judeus de comunidades fortes nos Estados Unidos, América do Sul e França.”

Refletindo sua experiência pessoal, ele disse: “A imigração para Israel para mim é uma experiência que molda minha vida […] Com o passar dos anos, entendi que, se meus pais não tivessem vindo para cá, é duvidoso que o Judaísmo tivesse desempenhado um papel tão central na minha vida.”

Enquanto isso, junto com os esforços para encorajar a imigração para Israel, Bennett enfatizou que Israel deve garantir e fortalecer seus laços com a comunidade judaica global.

“Somos todos irmãos”, informou à Ynet News. “O racismo e o antissemitismo correm soltos em todo o mundo. Eles nos lembram que Israel é o lar de todos os judeus. Mesmo que você não viva aqui, esta é sua casa. Devemos fortalecer nossa coesão como nação e também encorajar boas pessoas para dar o passo e viver conosco aqui em Israel.”

LEIA: Bennett diz que ‘um Estado palestino significaria um estado terrorista’

Categorias
Estados UnidosEuropa & RússiaFrançaIsraelNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments