Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Nidal Nijm homenageia a luta do pai com um jogo eletrônico

Nidal Nijm, um brasileiro de origem palestina, criou um jogo eletrônico chamado “Cavaleiros de Al-Aqsa”

Nidal Nijm, um brasileiro de origem palestina, criou um jogo eletrônico chamado “Cavaleiros de Al-Aqsa” para apresentar ao mundo a luta dos palestinos e mostrar sua resistência contra a ocupação israelense longe das narrativas ocidentais que acusam os palestinos de terrorismo. A história é inspirada na experiência de luta de seu pai, quando ele era um lutador nas fileiras da resistência palestina no Líbano nos anos oitenta do século passado.

O jogo é baseado em um lutador palestino chamado “Ahmed”, um estudante palestino que foi preso por cinco anos pela ocupação israelense. A ocupação matou todos os seus familiares em um ataque aéreo e, ao sair da prisão, decidiu vingar aqueles que o prenderam, mataram sua família e roubaram suas terras, juntando-se a uma facção da resistência palestina chamada “”Cavaleiros de Al- Aqsa”, O chefe do partido Jewish Power (Poder Judaico), deputado Itamar Ben Gvir, pediu aos ministérios do governo de ocupação israelense que intervenham para não espalhar o que ele chama de  “jogo antissemita”. Falando à mídia, ele declarou: “Os Ministérios das Relações Exteriores e da Justiça devem se esforçar e intervir junto às autoridades brasileiras para não permitir a disseminação desse jogo que incita o homicídio.

LEIA: Al-Azhar adverte contra videogame que contém a demolição de Kaaba

Site promocional do jogo The Knights of the Al-Aqsa Mosque (Cavaleiros de Al-AqsaDivulgação]

A família de Nidal vem da aldeia de al-Qubab, distrito de Ramle, e sua família experimentou a amargura da Nakba palestina em 1948 e migrou para o Líbano. No Líbano, seu pai juntou-se às facções de resistência palestina e depois mudou-se para o Brasil após a invasão israelense do Líbano em 1982. No Brasil, Nidal nasceu, foi criado e estudou matemática na Universidade do Amapá. Mas ele perseguiu seu hobby em projetar jogos eletrônicos. Nidal afirma que pretende imortalizar as fases da luta palestina com os jogos eletrônicos.

Categorias
América LatinaÁsia & AméricasBrasilIsraelNotíciaOriente MédioPalestinaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments