Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Hamas desmente suposta assinatura de acordo de troca de prisioneiros com Israel

Membros do movimento de Jihad Islâmica marcham pelo campo de refugiados de Khan Yunis em solidariedade aos prisioneiros palestinos nas cadeias israelenses, no sul da Faixa de Gaza, em 27 de setembro de 2021 [Ali Jadallah/Agência Anadolu]
Membros do movimento de Jihad Islâmica marcham pelo campo de refugiados de Khan Yunis em solidariedade aos prisioneiros palestinos nas cadeias israelenses, no sul da Faixa de Gaza, em 27 de setembro de 2021 [Ali Jadallah/Agência Anadolu]

O Hamas não assinou qualquer acordo de troca de prisioneiros com Israel até então, reiterou um oficial do movimento palestino neste domingo (3).

Segundo informações, não houve qualquer “progresso significativo” nas negociações entre Israel e Hamas sobre uma potencial troca de prisioneiros.

De acordo com a rede de notícias Safa, Zaher Jabarin reiterou que os rumores “jamais terão êxito em pressionar os líderes da resistência”. Em seguida, exortou a imprensa a “manter cautela e evitar boatos que manipulam as emoções dos prisioneiros e suas famílias”.

Israel crê que os corpos de dois soldados — o tenente Hadar Goldin e o sargento Oron Shaul — permanecem retidos em Gaza, onde foram mortos durante os combates de 2014.

A ocupação israelense alega ainda que dois supostos civis — Avera Mengistu e Hisham al-Sayed — continuam presos na faixa costeira. O Hamas, no entanto, insiste que ambos são soldados que operavam à paisana e são mantidos, portanto, como prisioneiros de guerra.

LEIA: Relatório aponta 26 violações israelenses contra jornalistas em setembro

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments