Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel separa prisioneiros palestinos que fugiram de Gilboa

Audiência de Zakaria Zubeidi, Mahmoud al-Arida, Yakub Qaderi e Mohammad Al-Arida, realizada via videoconferência, em Nazaré, 19 de setembro de 2021; os seis palestinos escaparam do presídio de segurança máxima de Gilboa em 6 de setembro [Mostafa Alkharouf/Agência Agency]

Autoridades israelenses transferiram ontem (30) os seis prisioneiros palestinos que escaparam da penitenciária de segurança máxima de Gilboa, no início de setembro. Os detentos foram separados e postos em confinamento solitário.

Em nota, o advogado Khaled Mahajna confirmou que, após concluídas suas investigações, forças da ocupação decidiram transferí-los a diferentes prisões.

Na quarta-feira (28), autoridades israelenses estenderam a prisão preventiva dos seis prisioneiros até domingo, à espera do julgamento. Cinco outros presos foram acusados de auxiliar ou encobrir a fuga.

No mesmo dia, Mahajna observou que a batalha legal dos seis detentos, sob acusações de segurança, teria início na próxima semana.

Em 6 de setembro, os seis prisioneiros palestinos fugiram de Gilboa ao escavar um túnel com utensílios de cozinha. Todos foram recapturados nas semanas seguintes.

LEIA: Israel tortura prisioneiro palestino após recapturá-lo, segundo relatos

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments