Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Sete milhões de israelenses têm dados pessoais roubados durante ataques de hackers

Um hacker alegou ter roubado informações pessoais de cerca de sete milhões de israelenses ao interceptar o site usado pelos municípios

Um hacker alegou ter roubado informações pessoais de cerca de sete milhões de israelenses ao interceptar o site usado pelos municípios.

O cibercriminoso, que atende pelo nome de Sangkanicil, afirma ter hackeado o City4U, o site usado pelos municípios dos estados de ocupação, e começou a publicar informações pessoais de alguns cidadãos, incluindo carteiras de motorista e declarações de impostos, informou o Jerusalem Post.

A informação obtida agora está à venda.

Israel foi vítima de inúmeros ataques de hackers nos últimos anos, com ativistas usando essa atividade para fornecer suporte aéreo aos palestinos que vivem sob sua ocupação. No entanto, se esse hack for verdadeiro, ele será o maior da história de Israel, com as informações privadas de cerca de 80% da população caindo nas mãos do hacker.

As empresas de tecnologia israelenses são líderes mundiais em software de hacking e descobriu-se que o software NSO Pegasus foi usado por regimes autoritários para oprimir, atacar e matar dissidentes.

LEIA: Pegasus, escândalo de espionagem com muito crime internacional

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments