Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Talibã acusa Estados Unidos de facilitar explosões em Cabul

O porta-voz do Talibã, Zabihullah Mujahid, em Cabul, Afeganistão, em 17 de agosto de 2021 [Sayed Khodaiberdi Sadat/Agência Anadolu]

Em entrevista concedida à televisão iraniana, Zabihullah Mujahid, porta-voz do grupo Talibã, acusou os Estados Unidos de conceder terreno para o recente atentado a bomba nos arredores do aeroporto internacional de Cabul.

“Podemos responder a Washington de uma forma que jamais se esquecerá e isso fará com que jamais retorne futuramente ao Afeganistão”, alegou Mujahid, na ocasião.

O representante do Talibã sugeriu ainda que o governo americano não será capaz de manipular a posição internacional sobre o novo regime afegão e enfatizou que serão adotados meios diplomáticos para consolidá-lo via negociações.

Mujahid destacou que os Estados Unidos não têm direito de utilizar o espaço aéreo afegão para conduzir operações militares na região. Entretanto, reafirmou otimismo com a retirada das tropas americanas, a ser concluída na terça-feira (31).

LEIA: Se as ações do Talibã servem de referência, como ficam os EUA no Iraque?

Em entrevista à Reuters, concedida neste fim de semana, o porta-voz condenou também uma operação americana que resultou na morte de dois terroristas do Daesh (Estado Islâmico), após um atentado suicida no perímetro do aeroporto, na quinta-feira (26).

Segundo Mujahid, a última intervenção representa uma violação flagrante em solo afegão.

De sua parte, o Wall Street Journal indicou que Washington e aliados iniciaram negociações com a liderança do Talibã, a fim de preservar certa influência no Afeganistão e garantir a segurança do aeroporto de Cabul durante o processo de evacuação.

Publicado originalmente em Almayadeen

Categorias
AfeganistãoÁsia & AméricasEstados UnidosNotícia
Show Comments
Show Comments