Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Reino Unido culpa Irã por ataque na costa de Omã

Secretário de Relações Exteriores do Reino Unido Dominic Raab, em Cartum, Sudão, 21 de janeiro de 2021 [Mahmoud Hjaj/Agência Anadolu]

Neste domingo (1°), o Secretário de Relações Exteriores do Reino Unido Dominic Raab expressou que é “altamente provável” que o Irã esteja por trás do ataque a um petroleiro na costa de Omã, que matou dois tripulantes, na última quinta-feira (29).

As informações são da agência Reuters.

“Acreditamos que trata-se de um ataque deliberado e violação clara da lei internacional cometida pelo Irã”, declarou Raab em nota.

“Análises britânicas concluíram que é altamente provável que o Irã tenha atacado o MV Mercer Street em águas internacionais próximas a Omã, ao utilizar veículos aéreos não tripulados”, prosseguiu o chanceler britânico.

“O Reino Unido condena este ataque ilegal e irresponsável perpetrado contra uma embarcação comercial na costa de Omã, que matou um cidadão britânico e outro romeno. Nossas preces estão com os amigos e parentes das vítimas”, reiterou Raab.

“Teerã deve dar fim a tais ataques e as embarcações devem ser livres para navegar conforme a lei internacional”, concluiu o ministro. “O Reino Unido trabalha com nossos parceiros internacionais para responder a esse atentado inaceitável”.

O premiê israelense Naftali Bennett sugeriu que há “evidências” da responsabilidade iraniana e ameaçou: “[Tel Aviv] sabe como mandar uma mensagem, da nossa própria maneira”.

O Mercer Street é um petroleiro de posse japonesa e bandeira liberiana com uma tripulação estrangeira. Porém, é administrado pela companhia Zodiac Maritime, sediada em Londres, pertencente ao bilionário israelense Eyal Ofer.

LEIA: Exército dos EUA socorre petroleiro israelense na costa de Omã

Categorias
Europa & RússiaIrãNotíciaOriente MédioReino Unido
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments