Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel culpa o Irã por ataque de tanque

Tanques iranianos, em 24 de janeiro de 2021 [Guarda Costeira da Indonésia/Agência Anadolu]
Tanques iranianos, em 24 de janeiro de 2021 [Guarda Costeira da Indonésia/Agência Anadolu]

Autoridades israelenses culparam o Irã pelo ataque a um navio-tanque do empresário israelense Eyal Ofer, relataram a mídia israelense e a AP na sexta-feira.

O Times of Israel também noticiou que os EUA compartilham a crença de Israel de que o Irã é supostamente responsável pelo ataque ao navio, que ocorreu na costa de Omã na quinta-feira.

No entanto, o Ynet News relatou a Zodiac Maritime, empresa com sede em Londres pertencente a Ofer, descrevendo o incidente como “suspeita de pirataria”.

Dois tripulantes, um cidadão britânico e um romeno, foram mortos no ataque. O britânico era guarda de segurança, enquanto o tripulante romeno era o capitão do navio.

“Nossa principal preocupação continua sendo a segurança e o bem-estar de todos a bordo e todos aqueles afetados pela situação. Os detalhes do incidente ainda estão sendo estabelecidos e uma investigação sobre o incidente está em andamento”, anunciou a Zodiac Maritime em um comunicado.

Falando sob condição de anonimato, um oficial de segurança israelense disse à AP que Israel acredita que o Irã está por trás do ataque ao navio, citando ataques semelhantes no passado.

“Este é um ataque terrorista iraniano que matou dois homens inocentes, prejudicando a navegação internacional”, afirmou o funcionário.

Enquanto isso, a AP relatou que um oficial norte-americano não identificado afirmou que provavelmente era um “drone suicida” usado para realizar o ataque.

Conforme relatado pelo Ynet News, o ministro das Relações Exteriores de Israel, Yair Lapid, afirmou que disse ao seu homólogo britânico que este incidente requer uma resposta “dura”.

“O Irã não é apenas um problema israelense, mas um exportador de terrorismo, destruição e instabilidade que prejudica a todos nós. O mundo não deve ficar em silêncio diante do terrorismo iraniano que também prejudica a liberdade de navegação”, declarou Lapid em seu comunicado.

O Ynet News também relatou fontes americanas e europeias culpando o Irã pelo ataque, mas apontou que os EUA disseram que estão buscando evidências conclusivas sobre o envolvimento do Irã.

LEIA: Dois morrem em ataque a navio de propriedade de Israel perto de Omã

Categorias
IrãNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments