Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Congressistas republicanos querem barrar doações dos EUA para a UNRWA

Primeira sessão do 117º Congresso no Capitólio dos EUA, em 03 de janeiro de 2021 em Washington, DC [Tasos Katopodis/ Getty Images]
Primeira sessão do 117º Congresso no Capitólio dos EUA, em 03 de janeiro de 2021 em Washington, DC [Tasos Katopodis/ Getty Images]

Os congressistas republicanos apresentaram na terça-feira um projeto de lei com o objetivo de interromper o fluxo de fundos do governo dos EUA para a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA), comunicado à imprensa anunciado na terça-feira.

O projeto foi apresentado à Câmara dos Representantes pelo congressista republicano Chip Roy e co-patrocinado por 28 outros colegas republicanos, e ao Senado por Jim Risch, do Comitê de Relações Exteriores do Senado.

De acordo com o comunicado à imprensa, o Departamento de Estado dos EUA deve certificar que nenhum funcionário da UNRWA é membro de uma organização terrorista como o Hamas ou o Hezbollah, não promove atividades terroristas ou propaga retórica anti-americana, anti-Israel ou anti-semita antes de aprovar quaisquer doações.

Por esse motivo, também definiu várias outras medidas de monitoramento, incluindo a implementação de uma auditoria financeira abrangente e um sistema para garantir que os fundos não sejam desviados para uma organização terrorista.

LEIA: EUA anunciam US$135.8 mi adicionais aos refugiados palestinos

O site do Fundo Nacional Judaico relatou que o embaixador israelense na ONU Gilad Erdan falou sobre os problemas com a UNRWA, observando que ele instou o governo Biden a não restaurar seu financiamento, que foi eliminado durante o governo do ex-presidente Donald Trump.

“Israel se opõe veementemente à renovação do financiamento da UNRWA, uma agência anti-semita que incita contra Israel e usa uma definição distorcida de quem é um ‘refugiado'”, relatou o Fundo Nacional Judaico Erdan no Twitter.

“Em vez de resolver o conflito, a UNRWA o perpetua”, acrescentou. “Qualquer retorno ao financiamento deve depender de reformas essenciais.”

O comunicado de imprensa afirma: “Os dólares dos contribuintes dos EUA nunca deveriam ir para uma entidade corrupta que mina Israel, um de nossos maiores aliados e amigos mais próximos.”

Roy acusou a UNRWA de ter “um longo histórico de uso de materiais educacionais que promovem o antissemitismo, a violência e o terrorismo enquanto mantém laços com a organização terrorista Hamas.”

Ele acrescentou, dizendo que a UNRWA é um obstáculo à paz, cujo mandato falho perpetua a ‘crise de refugiados’ palestina usando uma definição absurda de refugiado.”

Categorias
Ásia & AméricasEUAIsraelNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments