Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Turquia fortalece as defesas da fronteira para evitar o influxo de imigrantes do Afeganistão

Um homem entrega um pacote de ajuda aos refugiados do Afeganistão em um acampamento onde refugiados e migrantes de vários países esperam na costa turca do rio Evros para cruzar de barco para a Grécia, em 03 de março de 2020, em Edirne, Turquia [Chris McGrath/Getty Images]
Um homem entrega um pacote de ajuda aos refugiados do Afeganistão em um acampamento onde refugiados e migrantes de vários países esperam na costa turca do rio Evros para cruzar de barco para a Grécia, em 03 de março de 2020, em Edirne, Turquia [Chris McGrath/Getty Images]

O muro de concreto que conecta a fronteira entre a Turquia e o Irã está atualmente sendo reforçado por uma série de barreiras adicionais para evitar que o fluxo de refugiados do Afeganistão passe pelo Irã.

A parede é construída com blocos de três metros de altura e dois de largura, pesando sete toneladas cada. O muro se estende da fronteira na província oriental de Van até Dogubayazit, na província de Agri, e até Yuksekova, na província de Hakkari. Além disso, é apoiado por 110 quilômetros de trincheiras e 103 torres de vigilância eletro-óptica.

De acordo com o governador do distrito de Çaldıran de Van, Yusuf Durani Dinç, que falou à Agência Anadolu, o muro e outras defesas irão proteger ainda mais a fronteira contra “todos os tipos de contrabando, especialmente terrorismo, [e] prevenção de imigrantes ilegais”. Segundo o governador, ajudará a garantir “a segurança da fronteira e o estabelecimento da paz dos cidadãos.”

O principal motivo para o aumento das defesas é o fluxo de refugiados do Afeganistão, confirmou Dinç. O governador afirmou: “A migração ilegal devido à turbulência interna no Afeganistão e à instabilidade de alguns países se reflete em nosso país de vez em quando […] Estamos tomando as medidas necessárias contra os imigrantes que tentam se infiltrar em nossas fronteiras, no âmbito de nossos procedimentos judiciais e administrativos. Garantimos que eles sejam encaminhados para centros de remoção para o seu retorno aos seus países”.

Na semana passada, centenas de migrantes e refugiados afegãos foram relatados entrando na Turquia vindos do Irã, com o objetivo declarado de fugir do conflito no Afeganistão e da intensa ofensiva do Taleban em áreas sob o controle de Cabul.

Após esse influxo, as autoridades turcas supostamente confirmaram que quase 1.500 migrantes afegãos foram detidos devido à entrada ilegal no país. Portanto, o novo muro e trincheiras visam ajudar as autoridades turcas a conter o fluxo de mais migrantes e requerentes de asilo, com um influxo maior previsto à medida que o Taleban parece se aproximar da vitória no Afeganistão.

Categorias
AfeganistãoÁsia & AméricasEuropa & RússiaNotíciaTurquia
Show Comments
Show Comments