Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Filha de Khalida Jarrar, líder da FPLP, morreu de causas naturais, confirma família

Suha Ghassan Jarrar [AlHaq]

Suha Ghassan Jarrar — filha de Khalida Jarrar, líder da Frente Popular para a Libertação da Palestina (FPLP) — faleceu de causas naturais, reportou sua família em nota, após o corpo ser encontrado perto de um complexo de saúde em Ramallah, Cisjordânia ocupada.

Segundo os familiares, o diagnóstico inicial sugere que a causa do óbito foi um infarto fulminante. Suha havia descrito sintomas menores anteriormente.

Khalida Jarrar, parlamentar de esquerda, foi presa em sua casa em Ramallah, em 31 de outubro de 2019, acusada de filiação à FPLP, banida pelo exército israelense.

LEIA: Jarrar envia carta da prisão para as mulheres palestinas

Khalida permanece sob detenção administrativa — isto é, sem julgamento, renovável indefinidamente — há dois anos. Segundo a família, seus advogados tentam assegurar sua soltura para comparecer ao enterro da filha.

Após o documento de identidade de Suha circular de modo irregular, a polícia da Autoridade Palestina expressou “profundo pesar” e anunciou uma investigação sobre o caso.

“A polícia palestina indiciará o responsável por divulgar a foto e o nome da falecida, sem respeito à sua privacidade ou à privacidade de sua mãe, aprisionada nas cadeias da ocupação, e ainda antes de ser informada sobre a morte da filha”, afirmou o porta-voz da polícia.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments