Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel condena parlamentar palestina Khalida Jarrar a dois anos de prisão

Khalida Jarrar, ex-parlamentar do Conselho Legislativo Palestino e membro da Frente Popular para a Libertação da Palestina, conversa com a imprensa em meio a apoiadores, ao ser libertada da prisão, após vinte meses, em sua casa em Nablus, Cisjordânia ocupada, 28 de fevereiro de 2019 [Issam Rimawi/Agência Anadolu]
Khalida Jarrar, ex-parlamentar do Conselho Legislativo Palestino e membro da Frente Popular para a Libertação da Palestina, conversa com a imprensa em meio a apoiadores, ao ser libertada da prisão, após vinte meses, em sua casa em Nablus, Cisjordânia ocupada, 28 de fevereiro de 2019 [Issam Rimawi/Agência Anadolu]

Nesta segunda-feira (1°) uma corte militar de Israel condenou Khalida Jarrar, ex-parlamentar do Conselho Legislativo Palestino e membro da Frente Popular para a Libertação da Palestina (FPLP), a dois anos de prisão, além de multa de 4.000 shekels (US$1.200).

Heba Hamarsha, chefe do departamento de mídia da Associação de Direitos Humanos e Apoio aos Prisioneiros Addameer, reportou à agência Anadolu que a corte militar de Ofer, na região oeste da Cisjordânia ocupada, emitiu a sentença contra Jarrar.

Jarrar foi presa em sua casa, na cidade de Ramallah, em 31 de outubro de 2019, acusada de assumir uma posição na FPLP, organização considerada “clandestina” pelo exército de Israel.

Jarrar é uma das mais proeminentes líderes da Frente Popular para a Libertação da Palestina, segunda maior facção da Organização pela Libertação da Palestina (OLP), na Cisjordânia ocupada, e foi eleita parlamentar do antigo Conselho Legislativo Palestino.

LEIA: Israel demole casa de deficiente palestino

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments