Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Foguetes e drones atingem forças dos EUA no Iraque e Síria

Base aérea de Ain al-Assad, que abriga forças dos Estados Unidos, após catorze foguetes atingirem o local, na província de Anbar, Iraque, 8 de julho de 2021 [Ayman Henna/AFP via Getty Images]

Diplomatas e tropas dos Estados Unidos na Síria e no Iraque foram alvos de três ataques a drones e foguetes nas últimas 24 horas, informaram oficiais nesta quarta-feira (7).

Ao menos catorze foguetes atingiram uma base militar que abriga forças americanas no Iraque; dois oficiais ficaram feridos, segundo a Reuters.

Nenhum grupo assumiu responsabilidade pelos disparos. Porém, analistas creem que trata-se de parte de uma campanha recente conduzida por milícias pró-Teerã.

Grupos paramilitares iraquianos ligados ao Irã prometeram retaliar uma série de ataques aéreos executados pelos Estados Unidos na fronteira com a Síria, que resultaram em quatro combatentes mortos, no último mês.

O coronel Wayne Marotto, porta-voz da coalizão no Iraque, confirmou que duas pessoas ficaram levemente feridas após um foguete atingir a base de Ain al-Asad e seus arredores, no oeste do país. Previamente, Marotto havia reportado três feridos.

Fontes americanas, em condição de anonimato, corroboraram os dois oficiais feridos — um com concussão e outro com cortes superficiais.

Na manhã de hoje (8), dois foguetes também foram lançados contra a embaixada dos Estados Unidos na chamada Zona Verde de Bagdá, relataram fontes de segurança à Reuters.

LEIA: Os EUA fornecem US$ 27 milhões para ajudar o Iraque a combater crimes financeiros

O sistema de defesa da embaixada interceptou um dos mísseis e o outro caiu perto do perímetro local, conforme informações oficiais. As sirenes do complexo fortificado, que abriga edifícios públicos e missões estrangeiras, foram disparadas.

As Forças Democráticas da Síria (FDS) também reportaram um ataque a drone no campo de petróleo de al Omar, na fronteira com o Iraque; contudo, sem danos. No mesmo local, tropas americanas foram alvos de foguetes em 28 de junho, também sem baixas.

O Pentágono afirmou que um drone foi abatido na região oriental da Síria e que nenhum oficial dos Estados Unidos foi ferido.

O exército iraquiano, por sua vez, argumentou que o ritmo dos ataques contra bases estrangeiras é sem precedentes. Segundo fontes, um lançador de foguetes fixado em um caminhão, usado nos ataques de ontem, foi encontrado em uma fazenda próxima.

Na terça-feira (6), um drone atingiu o aeroporto de Erbil, no norte do Iraque, que também abriga tropas dos Estados Unidos, informaram oficiais curdos.

O Irã nega qualquer apoio a tais ataques contra tropas estrangeiras no Iraque e na Síria, mas condenou a represália dos Estados Unidos contra facções locais.

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosIrãIraqueNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Show Comments