Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

UNRWA afirma que as condições de vida em Gaza estão deteriorando

Homem palestino diante do emblema da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina no Oriente Próximo (UNRWA), na cidade de Gaza, em 31 de julho de 2018 [SAID KHATIB/AFP/Getty Images]

As “condições de vida” em Gaza estão “claramente deteriorando” devido ao contínuo cerco israelense de 15 anos, declarou ontem o diretor interino da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina no Oriente Próximo (UNRWA) em Gaza, Sam Rose, reportou a Anadolu.

A última ofensiva israelense em Gaza, disse Rose, também contribuiu para a deterioração das condições de vida.

O representante da ONU disse que a organização começará a realizar vários programas, incluindo a distribuição de pacotes de alimentos e o conserto de casas danificadas durante a última ofensiva israelense em Gaza.

LEIA: Balanço de onze dias de bombardeio à Gaza

Ele também declarou que a UNRWA deverá iniciar um programa de apoio psicológico através de acampamentos de verão, que devem beneficiar cerca de 150 mil estudantes refugiados palestinos.

De acordo com a UNRWA, 1.400 casas foram completamente ou severamente danificadas e outras 14.000 foram parcialmente danificadas. Segundo Rose, a UNRWA pagará US$ 2.000 para cada família que perdeu sua casa.

O Ministério da Saúde da Palestina em Gaza disse que as incursões militares israelenses no enclave sitiado mataram 254 pessoas, incluindo 66 crianças, 39 mulheres e 17 idosos, além de ferir 1.948.

 

Categorias
IsraelNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments