Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Egito se preocupa com a demora no acordo entre Hamas e Israel

Yahya Sinwar (E), chefe político do Hamas em Gaza, abraça o General Abbas Kamel (D), chefe da inteligência egípcia, quando este último chega para uma reunião com líderes do Hamas na cidade de Gaza em 31 de maio de 2021 [MAHMUD HAMS/AFP via Getty Images].

O Egito está preocupado com as perspectivas de intermediação de um acordo entre o Hamas e Israel sobre um possível trato de troca de prisioneiros, informou a mídia israelense.

Segundo Israel Hayom, a inteligência egípcia, que está mediando as conversações entre Israel e o Hamas, não está vendo progressos reais em nenhum dos temas em questão, que incluem um acordo de troca de prisioneiros.

O Cairo também está preocupado com o fato de que não há oficiais israelenses que possam tomar decisões devido ao fato de haver apenas um governo provisório no momento em que as negociações da coalizão continuam no local.

Os mediadores egípcios acreditam que desde que o cessar-fogo entrou em vigor em 21 de maio, nenhum progresso foi feito, especialmente à luz da tensa situação política em Israel. Ninguém é capaz de tomar uma decisão firme, com o resultado sendo atraso e incerteza, acrescentou o jornal israelense.

O cessar-fogo trouxe o fim da campanha de 11 dias de bombardeio de Israel contra o enclave sitiado que matou mais de 250 civis palestinos, incluindo 66 crianças.

LEIA: Israel alega que o Egito é tendencioso em relação ao Hamas

Categorias
ÁfricaEgitoIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments