Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Polícia da Jordânia sofre ‘ataques armados’, afirma monarquia

Osama al Ajarma (centro), expulso do parlamento jordaniano por incitar protestos contra o órgão legislativo [Twitter]

A mídia estatal jordaniana corroborou relatos do Ministério do Interior de que “ataques armados contra forças de segurança” ocorreram nos subúrbios da capital Amã.

Testemunhas relataram à Reuters que os ataques decorrem da indignação de grupos tribais com a expulsão de Osama al Ajarma do parlamento do país, banido por um ano do órgão legislativo após conclamar protestos por membros de sua tribo.

Em nota divulgada neste sábado (5) pela agência estatal Petra, a polícia jordaniana alegou que quatro oficiais incumbidos de controlar os levantes na área de Naour foram feridos e permanecem sob tratamento médico.

O porta-voz da polícia confirmou que protestos ocorreram na noite de sábado, com veículos queimados, na região de Naour.

Também no sábado, o Ministério do Interior da Jordânia reiterou que não permitirá a reunião de pessoas acima das restrições impostas pelo governo.

Confrontos do tipo são frequentes na monarquia hachemita, onde grupos tribais representam a espinha dorsal das forças policiais e do exército.

LEIA: Jordânia prende mais de 200 manifestantes em ato contra falta de oxigênio

Categorias
JordâniaNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments