Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel fecha sítio arqueológico palestino em Nablus

Membros da segurança israelense entram em confronto com manifestantes palestinos comemorando o dia da terra e protestando contra as visitas de colonos a sítios arqueológicos e históricos na vila palestina de Sebastia, a noroeste de Nablus, na Cisjordânia ocupada, em 30 de março de 2021 [Jaafar Ashtiyeh/AFP via Getty Images]
Membros da segurança israelense entram em confronto com manifestantes palestinos comemorando o dia da terra e protestando contra as visitas de colonos a sítios arqueológicos e históricos na vila palestina de Sebastia, a noroeste de Nablus, na Cisjordânia ocupada, em 30 de março de 2021 [Jaafar Ashtiyeh/AFP via Getty Images]

Forças israelenses isolaram ontem um sítio arqueológico palestino na cidade de Sebastia, em Nablus.

O prefeito de Sebastia, Mohammad Azem, disse à agência de notícias Wafa que uma “força militar israelense considerável invadiu a cidade, prosseguiu com o fechamento do local e impediu que os palestinos o acessassem, para garantir a proteção de dezenas de colonos que invadiram o local”.

Azem destacou que os colonos ilegais anunciaram recentemente um “programa para invadir a cidade nos próximos dias”, acrescentando que estavam tentando impor um “fato consumado para realizar suas ambições de assentamento na área”.

Sebastia é uma pequena cidade histórica localizada em uma colina 11 quilômetros a noroeste de Nablus, 3.000 palestinos habitam a área. A área foi identificada como a capital do reino do norte durante a Idade do Ferro II na Palestina e um grande centro urbano durante os períodos helenístico e romano, de acordo com a Unesco.

Ataques de colonos israelenses contra palestinos são comuns, especialmente por extremistas de direita. Eles raramente são responsabilizados pelas autoridades de ocupação. De fato, na maioria dos casos, os colonos que perseguem e atacam os palestinos são acompanhados e protegidos por soldados israelenses.

Os colonos israelenses intensificaram recentemente sua presença no sítio arqueológico palestino, enquanto o exército fecha a área para residentes palestinos.

LEIA: A queda de Israel foi prevista por Einstein

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments