Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Netanyahu diz que Israel frustrará o programa nuclear do Irã mesmo às custas dos laços com os EUA

Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu em Jerusalém, em 21 de fevereiro de 2018 [Thomas Coex/ AFP / Getty Images]
Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu em Jerusalém, em 21 de fevereiro de 2018 [Thomas Coex/ AFP / Getty Images]

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu disse que estaria disposto a arriscar laços com os EUA para frustrar o programa nuclear iraniano.

Netanyahu também pediu a continuação das operações secretas contra o Irã, acrescentando: “Eu disse essas coisas ao meu amigo de 40 anos, [o presidente dos EUA] Joe Biden, e disse a ele: ‘Com ou sem um acordo, continuaremos a fazer tudo ao nosso alcance para evitar que o Irã se arme com armas nucleares. ‘”

Em uma entrevista durante uma cerimônia realizada pelo novo chefe do Mossad, David Barnea, Netanyahu apontou que um Irã nuclear seria a maior ameaça à existência de Israel.

“Se tivermos que escolher, espero que não aconteça, entre o atrito com nosso grande amigo, os Estados Unidos, e a eliminação da ameaça existencial, a eliminação da ameaça existencial”, venceria, disse Netanyahu.

Os EUA e o Irã mantêm negociações em Viena para reviver o acordo nuclear de 2015, que obrigou a República Islâmica limitar suas capacidades nucleares em troca da remoção das sanções. O ex-presidente dos EUA, Donald Trump, retirou-se unilateralmente do acordo e voltou a impor sanções “sem precedentes” ao Irã em 2018.

LEIA: Netanyahu perdeu a cabeça, afirma ex-ministro de Israel

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosIrãIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments