Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Ministro francês visita o Líbano na tentativa de acabar com o impasse político

O residente do Líbano, Michel Aoun (dir.), recebe o ministro das Relações Exteriores francês, Jean-Yves Le Drian (esq.), em Beirute, Líbano em 6 de março de 2017 [Folheto/Presidência Libanesa/Agência Anadolu]
O residente do Líbano, Michel Aoun (dir.), recebe o ministro das Relações Exteriores francês, Jean-Yves Le Drian (esq.), em Beirute, Líbano em 6 de março de 2017 [Folheto/Presidência Libanesa/Agência Anadolu]

O ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, chegou à capital libanesa, Beirute, ontem e se encontrou com o presidente Michel Aoun como parte dos esforços para encerrar meses de impasse político que impede a formação de um novo governo.

O ministro disse no Twitter que a visita é uma expressão da solidariedade da França ao povo libanês e que a França tratará com firmeza aqueles que impedem a formação de um novo governo libanês.

Le Drian disse na quarta-feira no Twitter que planejava enviar uma “mensagem de grande firmeza aos líderes políticos”, acrescentando: “Tomamos medidas nacionais e isso é apenas o começo”.

A visita vem alguns dias depois de Paris sugerir a possibilidade de impor sanções aos oficiais libaneses e apresentar uma queixa legal perante o judiciário francês contra o governador do Banque du Liban, Riad Salameh.

Le Drian disse recentemente que “os responsáveis ​​pela obstrução devem perceber que não ficaremos de braços cruzados”, observando que Paris iniciou uma discussão dentro da União Europeia a respeito de ferramentas que poderiam ser usadas para “aumentar a pressão” sobre as autoridades visadas.

LEIA: Governador do Banco Central do Líbano é acusado de corrupção na França

 

Categorias
Europa & RússiaFrançaNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments