Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Chanceler da Síria visita Omã e discute relações bilaterais

Faisal Mekdad, então vice-ministro de Relações Exteriores da Síria, em Damasco, 15 de abril de 2018 [Louai Beshara/AFP/Getty Images]
Faisal Mekdad, então vice-ministro de Relações Exteriores da Síria, em Damasco, 15 de abril de 2018 [Louai Beshara/AFP/Getty Images]

O Ministro de Relações Exteriores da Síria Faisal Mekdad, em visita oficial a Omã, encontrou-se neste domingo (21) com sua contraparte local, Sayyid Badr Al-Busaidi, na cidade de Muscat, segundo a agência de notícias omanense ONA.

Mekdad também reuniu-se com o tenente-general Sultan bin Mohammed al Nu’amani, ministro do Gabinete Real de Omã.

O chanceler sírio e sua delegação chegaram ao sultanato no sábado (20), a fim de debater laços bilaterais entre os dois países.

Segundo as informações: “As relações bilaterais entre Omã e Síria foram reanalisadas e aspectos da cooperação existente entre as partes foram discutidos de modo a servir interesses comuns das duas nações irmãs e seus respectivos povos”.

Em entrevista à ONA, Mekdad enalteceu a política “equilibrada, calma e responsável” de Omã para restaurar a estabilidade na Síria, assolada pela guerra civil desde 2011, quando o regime de Bashar al-Assad reprimiu brutalmente protestos pró-democracia.

LEIA: Liga Árabe acusa Israel de explorar coronavírus para aumentar agressão a palestinos

Em nota à imprensa, alegou o chanceler: “Combatemos hoje o extremismo e o terrorismo e trabalhamos contra medidas coercitivas unilaterais … nossos irmãos em Omã estão ao lado do povo sírio desde o início desta guerra ao terror, até o presente momento”.

Mekdad foi nomeado Ministro de Relações Exteriores e Expatriados da Síria em novembro último, substituindo seu longevo predecessor Walid Moalem, que faleceu na semana anterior.

Omã é um dos poucos estados árabes a manter relações diplomáticas com Damasco, após as sucessivas campanhas violentas do regime de Assad contra o levante popular, que resultaram na suspensão da filiação síria da Liga Árabe.

Omã tornou-se ainda o primeiro estado do Golfo a restituir seu enviado à Síria, em 2020.

Categorias
Liga ÁrabeNotíciaOmãOrganizações InternacionaisOriente MédioSíria
Show Comments
Show Comments