Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Acadêmicos muçulmanos apoiam a ‘Semana de Jerusalém’ internacional

Masjid Al-Aqsa em Jerusalém em 24 de fevereiro de 2021 [Agência Mostafa Alkharouf / Anadolu]
Masjid Al-Aqsa em Jerusalém em 24 de fevereiro de 2021 [Agência Mostafa Alkharouf / Anadolu]

A União Internacional de Estudiosos Muçulmanos (IUMS) pediu na terça-feira que eventos e atividades sejam organizados em apoio à “Semana de Jerusalém” internacional, incluindo aqueles que se desdobram para apoiar a causa palestina. Um programa de eventos de uma semana será realizado de 6 a 12 de março.

Os estudiosos enfatizaram que defender e libertar a Mesquita de Al-Aqsa da ocupação israelense é um dever. Eles convocaram acadêmicos, instituições e organizações árabes e muçulmanos para marcar esta semana “por meio de eventos de conscientização, incluindo palestras, seminários e programas de TV”.

LEIA: Israel proíbe uma chamada à oração muçulmana no dia em que os colonos celebram Purim

Eles também pediram cooperação entre acadêmicos muçulmanos e palestinos para enfrentar o “judaísmo” israelense de Al-Aqsa e da cidade sagrada de Jerusalém. Israel ocupou toda Jerusalém desde junho de 1967, embora a anexação da cidade não seja reconhecida pelo direito internacional.

A ONG britânica Friends of Al-Aqsa lançou há alguns dias sua “Semana Aqsa” anual de eventos de solidariedade. Ela coincidirá com a “Semana internacional de Jerusalém”, de 6 a 12 de março.

LEIA: Documentário ´A corrida para a Judaização de Al Aqsa´

Judaização de Jerusalém - charge [Sabaaneh / Monitor do Oriente Médio]

Judaização de Jerusalém – charge [Sabaaneh / Monitor do Oriente Médio]

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments