Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Parlamentar do Egito confirma fechamento de 30% das fábricas têxteis

Costureiras na fábrica de roupas Marie Louis, na cidade de 10 de Ramadã, cerca de 60 km ao norte do Cairo, no Egito, 29 de julho de 2018 [Khaled Desouki/AFP via Getty Images]
Costureiras na fábrica de roupas Marie Louis, na cidade de 10 de Ramadã, cerca de 60 km ao norte do Cairo, no Egito, 29 de julho de 2018 [Khaled Desouki/AFP via Getty Images]

A parlamentar egípcia Enas Abdel Halim confirmou que 30% das fábricas de produtos têxteis no Egito fecharam as portas devido à recessão econômica no país.

Segundo Abdel Halim, as fábricas remanescentes reduziram a produção em até 70%.

O Egito possuía aproximadamente 1.290 fábricas de fiação, tecelagem e tingimento registradas em Mahalla, mas agora apenas 320 indústrias operam na cidade, com 120 mil empregados.

Abdel Halim alertou o governo do presidente e general Abdel Fattah el-Sisi para não ignorar o problema e exortou o Ministro de Comércio e Indústria Nevin Jama a dialogar com o legislativo para compreender a recente deterioração do setor têxtil.

A taxa de desemprego no Egito aumentou para 9.6% no segundo trimestre de 2020, comparada com 7.5% no ano anterior. A crise decorre da pandemia de coronavírus, alegou em agosto a Agência Central de Mobilização e Estatísticas do Egito (Capmas).

LEIA: HRW apela ao Egito para que devolva cidadania de Ghada Najibe

Categorias
ÁfricaEgitoNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments