Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Fundo de pensão do Reino Unido desiste de fabricante israelense de armas

Ativistas da Palestine Action ocupam os escritórios de Londres da empresa israelense de armas Elbit Systems para protestar contra a empresa que fornecia armas aos militares israelenses, em 6 de agosto de 2020 em Londres, Inglaterra. [Guy Smallman/Getty Images]
Ativistas da Palestine Action ocupam os escritórios de Londres da empresa israelense de armas Elbit Systems para protestar contra a empresa que fornecia armas aos militares israelenses, em 6 de agosto de 2020 em Londres, Inglaterra. [Guy Smallman/Getty Images]

O East Sussex Pension Fund se desfez do maior fabricante privado de armas de Israel, Elbit Systems, meses depois que ativistas de direitos humanos pressionaram o fundo para encerrar seus laços com empresas que violam o direito internacional.

Desde maio de 2020, os ativistas inundaram as reuniões do conselho com mais de 60 cartas exigindo a alienação de fundos da Elbit, disse a Campanha de Solidariedade à Palestina em um comunicado hoje.

A Elbit Systems é a maior fabricante privada de armas de Israel e produz uma variedade de armamentos implantados pelas forças de ocupação israelenses para matar ou mutilar palestinos, incluindo drones usados ​​durante a guerra de 2014 em Gaza.

A Elbit foi objeto de desinvestimento generalizado por uma série de investidores, incluindo instituições financeiras HSBC após campanha sustentada, AXA e ABN Amro, e uma série de fundos de pensão europeus, incluindo na Noruega, Holanda e Suécia.

Lewis Backon, oficial de campanhas da Palestine Solidarity Campaign (PSC) disse: “A exclusão da Elbit Systems é uma grande vitória para os membros do esquema em East Sussex. A Elbit produz armas que são usadas repetidamente nos crimes de guerra de Israel contra a população civil da Gaza sitiada. Mas o fundo deve ir mais longe e comprometer-se a excluir qualquer empresa cúmplice das violações do direito internacional por parte de Israel”.

Aidan Pettitt, membro do esquema do East Sussex Pension Fund disse: “Estou aliviado por não mais que meus salários diferidos sejam investidos na Elbit Systems, cujas armas são usadas para oprimir civis palestinos. Daqui para frente, o fundo deve agir para garantir que os salários dos membros não sejam investidos em empresas que contribuem para os graves abusos de Israel aos direitos humanos palestinos”.

O East Sussex Pension Fund não respondeu ao pedido do Monitor do Oriente Médio para comentar o assunto até o momento da publicação.

LEIA: Construtora ferroviária britânica recebe aviso legal para excluir de licitação “envolvidos em crimes de guerra israelenses”

Categorias
BDSEuropa & RússiaIsraelNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestinaReino Unido
Show Comments
Show Comments