Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel abre embaixada nos Emirados Árabes Unidos

Israel abriu ontem oficialmente sua embaixada nos Emirados Árabes Unidos, anunciou seu Ministério das Relações Exteriores.

Israel abriu ontem oficialmente sua embaixada nos Emirados Árabes Unidos, anunciou seu Ministério das Relações Exteriores.

A medida polêmica ocorre depois que os Emirados Árabes Unidos e Israel concordaram em estabelecer relações diplomáticas, culturais e comerciais plenas após a assinatura dos Acordos de Abraham em 15 de setembro na Casa Branca.

Desde então, Bahrein, Sudão e Marrocos concordaram em estabelecer laços com Israel em negóciações mediadas pelo governo do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

Os palestinos condenaram os acordos como uma “punhalada nas costas”.

O Ministério das Relações Exteriores de Israel afirmou que a nova embaixada “avançará a gama de relações entre os países em todas as áreas e ampliará os laços com o governo dos Emirados, órgãos econômicos e o setor privado, academia, mídia e muito mais.”

LEIA: Comportamento de israelenses nos Emirados é ‘vergonhoso’, diz agência de turismo

O governo de Israel considera Jerusalém como sua capital, embora isso não seja reconhecido pela maioria da comunidade internacional. Palestinos reivindicam Jerusalém Oriental como a capital de um futuro estado palestino. A maioria dos países tem embaixadas em Tel Aviv.

A embaixada israelense em Abu Dhabi funcionará com “escritórios temporários” até localizar uma instalação permanente, disse o comunicado.

A missão vai “ampliar os laços com o governo dos Emirados, órgãos financeiros e setor privado, universidades, mídia e muito mais”, acrescentou.

Israel e os Emirados Árabes Unidos já assinaram tratados sobre voos diretos e viagens sem visto, juntamente com acordos sobre proteção de investimentos, ciência e tecnologia.

O ministro das Relações Exteriores israelense, Gabi Ashkenazi, saudou a medida, dizendo que a embaixada “permitiria a expansão das relações bilaterais entre Israel e os Emirados para uma implementação rápida e máxima do potencial desses laços”.

Ashkenazi também agradeceu ao “herdeiro do trono dos Emirados Árabes Unidos, Sua Alteza Sheikh Mohammed bin Zayed, e meu colega e amigo, o Ministro das Relações Exteriores Sheikh Abdullah bin Zayed, por sua liderança e hospitalidade para com nossos representantes”.

Categorias
Emirados Árabes UnidosIsraelNotíciaOriente MédioPalestinaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments