Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Metade do Iêmen passará fome no próximo ano, diz ONU

Menino iemenita recebe ajuda humanitária em Taizz, Iêmen, em 10 de outubro de 2020 [Ahmad Al-Basha / AFP / Getty Images]
Menino iemenita recebe ajuda humanitária em Taizz, Iêmen, em 10 de outubro de 2020 [Ahmad Al-Basha / AFP / Getty Images]

Metade da população do Iêmen passará fome no ano que vem devido à falta de apoio internacional, alertou a Organização das Nações Unidas (ONU) na quarta-feira.

O plano de resposta da ONU só tem 49% de financiamento, segundo o porta-voz do secretário-geral da organização, Stephane Dujarric, disse a repórteres.

“O plano total prevê mais de 3 bilhões de dólares americanos. O nível atual hoje é menos da metade do que as agências receberam no ano passado”, continuou Dujarric.

“Agora estamos ajudando apenas cerca de 9 milhões de pessoas todos os meses, ante um pico de 13 milhões no início deste ano”, disse ele. “Mais de 80 por cento dos iemenitas precisam de assistência humanitária e proteção.” “No próximo ano, mais da metade de todos os iemenitas passarão fome, e esperamos que 5 milhões de pessoas vivam a apenas um passo da fome e cerca de 50.000 vivam em condições semelhantes à fome “, reiterou Dujarric.

O Iêmen está mergulhado na guerra desde que os houthis depuseram o governo na capital, Sanaa, no final de 2014, levando a coalizão saudita apoiada pelo Ocidente a intervir em março de 2015. O conflito deixou 233.000 mortos e 80 por cento dos população – cerca de 30 milhões de pessoas – dependente de ajuda, segundo a ONU.

LEIA: A vida é um pesadelo para 12 milhões de crianças no Iêmen, diz chefe da Unicef

Categorias
IêmenNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments