Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Confrontos entre governo e milícias ligadas aos Emirados continuam no Iêmen

Um soldado do Conselho de Transição do Sul (CTS) segura uma bandeira separatista, na província de Abyan, sul do Iêmen, 18 de maio de 2020 [Nabil Hasan/AFP/Getty Images]
Um soldado do Conselho de Transição do Sul (CTS) segura uma bandeira separatista, na província de Abyan, sul do Iêmen, 18 de maio de 2020 [Nabil Hasan/AFP/Getty Images]

Confrontos entre o exército oficial iemenita e milícias ligadas aos Emirados Árabes Unidos, sob a coalizão separatista chamada de Conselho de Transição do Sul (CTS), foram retomados na província de Abyan, reportou ontem (3) a mídia local.

Fontes militares relataram que os confrontos militares eclodiram na noite de quarta-feira (2), após um ataque das forças separatistas contra uma base do exército iemenita, na cidade de Zinjibar, centro administrativo de Abyan.

Segundo as informações, as milícias do CTS tentaram “avançar sob cobertura de bombardeio pesado contra as posições do exército”, mas as forças iemenitas conseguiram repelir o ataque.

Tais violações, destacaram as fontes em questão, ocorrem a despeito dos termos estabelecidos pelo Comitê de Monitoramento de Cessar-Fogo das Nações Unidas.

Em maio, ONU e Arábia Saudita consentiram com a “imediata suspensão das escaladas [militares]” entre o exército iemenita, aliado saudita, e as forças separatistas do sul.

LEIA: Conflito no Iêmen já matou 233 mil pessoas, segundo ONU

Categorias
Arábia SauditaEAUIêmenNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente Médio
Show Comments
Show Comments