Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Erdogan diz que Armênia é a maior ameaça à paz na região

A Armênia provou mais uma vez que é o maior obstáculo para a paz e estabilidade na região ao atacar o Azerbaijão, disse o presidente Recep Tayyip Erdogan ontem.

“A Turquia continuará a apoiar seus irmãos no Azerbaijão como sempre fez”, anunciou no Twitter  o presidente da Turquia,  que possui uma base militar no país.

Erdogan também disse que o fracasso da comunidade internacional em responder aos ataques da Armênia mostra seu padrão duplo.

“Mantendo sua atitude negligente por quase 30 anos, o grupo (OSCE) de Minsk, infelizmente, está a quilômetros de distância de agir de forma focada em encontrar uma solução para o conflito”, disse Erdogan.

LEIA: Azerbaijão declara estado de guerra contra Armênia, que incita com provocação religiosa

O Grupo OSCE de Minsk – co-presidido pela França, Rússia e Estados Unidos – foi formado em 1992 para encontrar uma solução pacífica para o conflito, mas sem sucesso. Um cessar-fogo, entretanto, foi acordado em 1994.

Erdogan exigiu hoje que a Armênia ponha fim à sua “ocupação” de Nagorny Karabakh depois que confrontos mortais estouraram ao longo da fronteira da região separatista do Azerbaijão, relatou Anadolu.

As relações entre as duas ex-nações soviéticas foram particularmente tensas desde 1991, quando a Armênia ocupou a região do Alto Karabakh, conhecida como Nagorno Karabakh, apesar de ser um território reconhecido internacionalmente pertencente ao Azerbaijão.

Categorias
ArmêniaÁsia & AméricasAzerbaijãoEuropa & RússiaNotíciaTurquiaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments