Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Poetisa emiradense é barrado de viajar por rejeitar o acordo com Israel

Aviões da Emirates Airline no Aeroporto Internacional de Dubai, Emirados Árabes Unidos, 23 de setembro de 2007 [Imre Solt/Wikipedia]
Aviões da Emirates Airline no Aeroporto Internacional de Dubai, Emirados Árabes Unidos, 23 de setembro de 2007 [Imre Solt/Wikipedia]

Dhabiya Khamis, proeminente poetisa emiradense denunciou neste domingo (27) que foi impedida de viajar devido à sua oposição ao acordo de normalização de relações entre Emirados Árabes Unidos e Israel.

As informações são da agência Anadolu.

Khamis afirmou que foi barrada de embarcar em um voo ao Cairo, com origem no Aeroporto Internacional de Dubai.

“A proibição se deve provavelmente à minha opinião pública contra o sionismo e a normalização”, declarou Khamis em suas redes sociais. “Temo por minha liberdade e minha vida.”

Diversos escritores e poetas expressaram seu apoio e solidariedade a Khamis após o incidente.

A poetisa incitou a ira das autoridades emiradenses ao descrever a decisão de seu país de normalizar laços com a ocupação como “dia triste e catastrófico”.

Em 15 de setembro, Emirados Árabes Unidos e Bahrein assinaram acordos de normalização com Israel, mediados pelos Estados Unidos, na Casa Branca, ignorando toda e qualquer oposição palestina.

LEIA: Príncipe jordaniano zomba de foto dos signatários do ‘acordo de paz’ com Israel

Categorias
EAUIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments