Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Jordânia condena tio do rei a nove anos de prisão

Walid Al-Kurdi, marido da tia do rei Abdullah da Jordânia, 6 de dezembro de 2019 [GeneralInspect2/ Twitter]
Walid Al-Kurdi, marido da tia do rei Abdullah da Jordânia, 6 de dezembro de 2019 [GeneralInspect2/ Twitter]

Um tribunal jordaniano condenou Walid Al-Kurdi, marido da tia do rei Abdullah, a nove anos de prisão e emitiu uma multa de nove milhões de US$ 12,7 milhões, informou a mídia local ontem.

Al-Kurdi, marido da princesa Basma Bint Talal, é ex-presidente da Phosphate Company. Ele mora em Londres desde 2013.

A condenação  foi anunciada menos de uma semana após uma decisão judicial anterior que lhe deu uma pena de prisão de três anos e uma multa de US$ 9,9 milhões, pela contravenção de desperdício de dinheiro de empresas públicas.

De acordo com o jornal Al-Rai do governo, foi descoberto que Al-Kurdi, na qualidade de Presidente do Conselho de Administração da Phosphate Company, assinou acordos com a Manajem Machinery Maintenance Company que ferem procedimentos legais.

Em 2013, o homem de 74 anos foi condenado a 22,5 anos de prisão e multado em mais de US$ 356,8 milhões, depois de ser considerado culpado de corrupção.

Reportagens da mídia afirmaram que ele fugiu do país um dia antes de seu depoimento agendado perante a Comissão Anticorrupção da Jordânia.

LEIA: Príncipe jordaniano zomba de foto dos signatários do ‘acordo de paz’ com Israel

Categorias
JordâniaNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments