Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel pretende demolir mesquita em Jerusalém ocupada

Ordem de demolição contra a Mesquita de Al-Qa’qa’, no bairro palestino de Silwan, em Jerusalém ocupada, 15 de setembro de 2020 [Maan News]
Ordem de demolição contra a Mesquita de Al-Qa’qa’, no bairro palestino de Silwan, em Jerusalém ocupada, 15 de setembro de 2020 [Maan News]

Nesta segunda-feira (14), uma corte da ocupação israelense ordenou a demolição da Mesquita de Al-Qa’qa’, no bairro palestino de Silwan, Jerusalém ocupada, sob pretexto de construção sem alvará de planejamento, reportou a agência Anadolu.

A corte deu aos palestinos 21 dias para contestar a ordem ou o local islâmico será destruído.

A mesquita possui 110m² e dois andares, construída em 2012. Uma ordem de demolição foi emitida previamente, em 2015.

O Ministério de Recursos Religiosos de Gaza condenou a última “agressão” da ocupação israelense contra a mesquita, em apelo à comunidade internacional, Liga Árabe e Organização para a Cooperação Islâmica (OCI) para que protejam os locais de culto em Jerusalém.

Segundo relato recente da rede Al Jazeera, o grupo israelense Ir Amim alertou que as autoridades da ocupação intensificaram as demolições em áreas palestinas de Jerusalém Oriental, com índice significativamente maior em 2019 do que no ano anterior.

Em relatório, o grupo denunciou que 105 unidades habitacionais palestinas foram demolidas em 2019, comparado com 72 demolições do tipo em 2018.

LEIA: Representantes da União Europeia pedem que Israel interrompa suas demolições

Categorias
IsraelNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments