Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Milhares protestam contra acordo de paz EAU-Israel no Paquistão

Dezenas de milhares de paquistaneses protestaram contra o acordo de normalização assinado entre os Emirados Árabes Unidos e Israel

Grandes manifestações foram realizadas em todo o Paquistão, incluindo a capital, Islamabad, a cidade portuária de Karachi, a cidade de Lahore no nordeste, Rawalpindi, Peshawar, Quetta, Faisalabad, Multan e Hyderabad.

Os protestos foram organizados pelo Conselho Milli Yakjehti, uma aliança político-religiosa que apelou ao povo paquistanês a se juntar aos protestos e denunciar “o polêmico acordo entre Abu Dhabi e Tel Aviv”.

Na cidade de Rawalpindi, milhares de cidadãos marcharam pelas ruas da cidade liderados pelo senador Sirajul Haq, chefe do partido Jamaat-e-Islami (JI) do país.

O grupo islâmico designou o domingo como dia de solidariedade e apoio à resistência palestina contra “a ocupação sionista”.

Em 13 de agosto, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou um acordo de paz entre os Emirados Árabes Unidos e Israel mediado por Washington.

Abu Dhabi disse que o acordo foi um esforço para evitar a anexação planejada de Tel Aviv da Cisjordânia ocupada. No entanto, os oponentes acreditam que os esforços de normalização estão iminentes há muitos anos, já que oficiais israelenses fizeram visitas oficiais aos Emirados Árabes Unidos e participaram de conferências no país que não tinha laços diplomáticos ou outros com o estado de ocupação.

LEIA: Emirados Árabes Unidos prendem opositores do acordo de paz com Israel

Categorias
Ásia & AméricasEmirados Árabes UnidosEUAIsraelNotíciaOriente MédioPaquistãoVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments