Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Irã concorda em pagar indenização a famílias de avião abatido na Ucrânia

O avião ucraniano foi abatido logo após a decolagem em Teerã em janeiro de 2020.

O Irã concordou em compensar as famílias dos 176 passageiros mortos quando um míssil iraniano atingiu um avião ucraniano, disse ontem o ministro das Relações Exteriores da Suécia, Ann Linde.

“Assinamos um acordo de entendimento mútuo que agora negociaremos com o Irã sobre as reparações e compensações aos familiares das vítimas”, disse o chanceler sueco à agência de notícias TT em comunicado confirmado por sua secretaria de imprensa.

Linde disse que o acordo foi alcançado após negociações com o Irã e os países com cidadãos entre as vítimas.

Em uma entrevista coletiva no mês passado, parentes de vítimas a bordo do avião civil ucraniano derrubado por mísseis iranianos em janeiro alegaram que pertences dos passageiros foram saqueados.

O avião transportava nove tripulantes, cidadãos iraniano-canadenses, além de vítimas da Suécia, Reino Unido, Afeganistão e Ucrânia.

A aeronave foi abatida logo após a decolagem em Teerã, quando as defesas do Irã estavam em alerta máximo, horas depois do disparo contra bases americanas no Iraque em retaliação a um ataque dos EUA que matou um comandante iraniano no aeroporto de Bagdá.

O Irã diz que a crise do coronavírus contribuiu para atrasos no trabalho do Conselho de Investigação de Acidentes Aéreos.

LEIA: Irã deve oferecer descontos para atrair companhias de aviação ao seu espaço aéreo

Categorias
Europa & RússiaIrãNotíciaOriente MédioUcrâniaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments