Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel derruba 70 prédios e deixa 90 palestinos sem teto em duas semanas

Policiais fazem guarda enquanto demolição é feita por escavadeiras das no distrito de Isawiya, em Jerusalém Oriental, em 24 de dezembro de 2019 [Mostafa Alkharouf / Agência Anadolu]
Policiais fazem guarda enquanto demolição é feita por escavadeiras das no distrito de Isawiya, em Jerusalém Oriental, em 24 de dezembro de 2019 [Mostafa Alkharouf / Agência Anadolu]

As forças de ocupação israelense demoliram pelo menos 70 prédios na Cisjordânia ocupada e despejou 90 palestinos, revelou o Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários (Unocha).

A organização internacional disse em seu relatório quinzenal, que cobre o período entre 2 e 15 de junho, que as demolições ocorreram por alegação de falta de permissão de construção.

“Isso representa um aumento de 250% em comparação com a média semanal de estruturas visadas desde o início do ano”, afirmou o relatório, observando que “61 das estruturas afetadas estavam localizadas na Área C, incluindo nove anteriormente prestadas como assistência humanitária. ”

Ele acrescentou: “Entre as áreas mais atingidas estava Massafer Yatta, no sul de Hebron, onde as autoridades israelenses demoliram 17 casas, cisternas e estruturas relacionadas a meios de subsistência”.

Massafer Yatta, segundo o relatório, é uma área tratada como “zona de tiro” para o treinamento militar israelense e “seus 1.300 moradores enfrentam um ambiente coercitivo, que os coloca em risco de transferência forçada”.

O relatório também disse que “nove das estruturas afetadas estavam em Jerusalém Oriental, das quais quatro foram demolidas por seus proprietários palestinos para evitar taxas municipais e possíveis danos a outras estruturas e pertences pessoais”.

A Unocha disse que “o aumento de demolições e deslocamentos em meio à pandemia de covid-19 em andamento suscita séria preocupação”.

LEIA: Israel emite ordem para demolir 200 edifícios palestinos em Jerusalém Oriental

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments