Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Quênia pede a Israel que respeite a unidade das terras do estado palestino

Presidente palestino Mahmoud Abbas recebe as credenciais do embaixador do Quênia no estado da Palestina, em Amã, em 17 de dezembro de 2018. [Thaer Ganaim/ Apaimages]
Presidente palestino Mahmoud Abbas recebe as credenciais do embaixador do Quênia no estado da Palestina, em Amã, em 17 de dezembro de 2018. [Thaer Ganaim/ Apaimages]

O Quênia pediu a Israel que respeite a unidade da terra do estado da Palestina e seus direitos inalienáveis, informou a agência de notícias Wafa ontem.

Em um comunicado, o Ministério das Relações Exteriores da Palestina informou que a posição do Quênia resulta de “discussões políticas contínuas” lideradas pelo ministério através da embaixada palestina em Nairóbi.

Essas discussões visam “mobilizar apoio aos direitos palestinos e enfrentar o plano de anexação através da ampliação da frente que se opõe a ele”.

O Quênia reiterou seu respeito ao princípio da autodeterminação como base para as relações internacionais, enfatizando que sua própria independência foi conquistada por esse princípio.

LEIA: Anexação israelense prejudica estabilidade no Oriente Médio, alerta Rei da Jordânia

O governo de Israel planeja anexar o vale do Jordão e os assentamentos na Cisjordânia em 1º de julho.

As estimativas palestinas indicam que o plano de anexação israelense cobrirá mais de 30% da Cisjordânia.

Em resposta ao seu anúncio, a Autoridade Palestina disse que não está mais vinculada a quaisquer acordos com Israel, incluindo os relacionados à segurança.

Os líderes mundiais condenaram universalmente a anexação de Israel. Os políticos dos EUA deram um passo sem precedentes e perigosos para os dois pilares das relações dos EUA com Israel: a segurança e o apoio bipartidário dos EUA que Israel desfruta no Capitólio, seriam prejudicados.

Categorias
ÁfricaIsraelNotíciaOriente MédioPalestinaQuênia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments