Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Anexação israelense prejudica estabilidade no Oriente Médio, alerta Rei da Jordânia

Rei da Jordânia Abdullah II fala em comunicado nacional televisionado sobre a questão do coronavírus, em Amã, Jordânia, 23 de março de 2020 [Conselho Real Jordaniano/Agência Anadolu]
Rei da Jordânia Abdullah II fala em comunicado nacional televisionado sobre a questão do coronavírus, em Amã, Jordânia, 23 de março de 2020 [Conselho Real Jordaniano/Agência Anadolu]

O Rei da Jordânia Abdullah II alertou na terça-feira (16) que a anexação planejada por Israel de grandes partes da Cisjordânia ocupada ameaçam a estabilidade em todo o Oriente Médio, conforme informações de agências de notícias.

Em comunicado emitido pelo Palácio Real, Abdullah “advertiu que qualquer medida unilateral israelense para anexar terras na Cisjordânia é inaceitável e prejudica prospectos de conquistar a paz e a estabilidade na região.”

Os comentários do rei jordaniano foram corroborados em videoconferência com líderes do legislativo dos Estados Unidos, segundo a Reuters.

Abdullah reiterou aos parlamentares americanos que a paz só será resultante da criação de um “estado palestino viável, soberano e independente”, com Jerusalém Oriental como sua capital. Também enfatizou que Israel deve retirar-se das terras ocupadas em 1967.

O governo israelense planeja anexar ilegalmente o Vale do Jordão e assentamentos coloniais na Cisjordânia a partir de 1° de julho. Estimativas palestinas indicam que o plano deverá cobrir mais de 30% da Cisjordânia ocupada.

Em resposta ao anúncio israelense, a Autoridade Palestina declarou não estar mais vinculada a qualquer acordo assinado com Israel, incluindo acordos referentes à cooperação de segurança.

Líderes mundiais condenaram universalmente os planos de anexação israelenses. Políticos dos Estados Unidos assumiram medida sem precedentes, ao sugerir que os dois pilares das relações israelo-americanas – isto é, segurança nacional e apoio suprapartidário pelo Capitólio – serão definitivamente prejudicados.

LEIA: Israel e Estados Unidos não conseguem chegar a acordo sobre anexação

Categorias
Ásia & AméricasEUAIsraelJordâniaNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments