Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Embaixada dos EUA alerta cidadãos americanos antes do plano de anexação de Israel

Ativistas se reúnem em frente à Embaixada dos EUA para protestar contra a anexação na Cisjordânia, em 15 de maio de 2020 em Jerusalém [Mostafa Alkharouf / Agência Anadolu]

A Embaixada Americana em Jerusalém emitiu ontem um alerta de segurança para cidadãos dos EUA que residem ou consideram viajar para a Cisjordânia ocupada e a Faixa de Gaza antes dos planos de Israel de anexar grandes áreas da Cisjordânia ocupada, incluindo Jerusalém Oriental e o Vale do Jordão.

Em um comunicado, a embaixada pediu aos cidadãos dos EUA “que mantenham um alto nível de vigilância e tomem as medidas apropriadas para aumentar sua conscientização sobre segurança”.

“A violência pode ocorrer com pouco ou nenhum aviso, visando locais turísticos, centros de transporte, postos de controle do governo, mercados e estabelecimentos comerciais ou estabelecimentos do governo”, afirmou o documento.

O jornal Yedioth Ahronoth de Israel informou ontem que o Comando Central do exército israelense será colocado em alerta máximo nas próximas duas semanas, em preparação para um conflito armado com a Autoridade Palestina (PA), forças de segurança palestinas, células locais e grande número de manifestantes.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse em entrevista ao jornal Israel Hayom que seu governo pretende avançar com seus planos de anexação em julho.

LEIA: Embaixador de Israel faz lobbies nos EUA pela anexação temendo vitória de Biden

“Não vou perder a oportunidade de anexar a Cisjordânia” [Sabaaneh / Monitor do Oriente Mèdio]

Categorias
Ásia & AméricasEUAIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments