Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Estatal de petróleo saudita pede empréstimo de US$10 bilhões, em meio à crise

Ações da estatal de petróleo saudita Aramco em um quadro da Bolsa de Valores (Tadawul) em Riad, capital da Arábia Saudita, 3 de novembro de 2019 [Fayez Nureldine/AFP/Getty Images]

A estatal de petróleo saudita Aramco, maior empresa petrolífera do mundo, entrou em uma fase crítica de seus empreendimentos, ao requisitar um empréstimo no valor total de US$10 bilhões de diversos bancos.

A Aramco escolheu o banco britânico HSBC e a Corporação Bancária Sumitomo Mitsui (SMBC), do Japão, para coordenar os acordos entre a companhia e outras instituições financeiras, reportou a agência Reuters, segundo fontes anônimas.

O empréstimo ajudará a financiar a compra de 70% de participação na SABIC, empresa pública de bens primários da Arábia Saudita, cujas ações pertencem ao Fundo de Investimento Público da monarquia. Segundo a Reuters, o acordo é estimado em US$70 bilhões.

A Aramco não comentou sobre a escolha dos bancos, mas declarou que ainda avalia suas alternativas financeiras “como parte do curso normal de seus negócios, à medida que prudentemente mantém intacto seu balanço orçamentário e sua resiliência”.

Não houve contato do HSBC ou do SMBC para comentar o assunto.

LEIA: Arábia Saudita e Rússia mantêm disputas sobre o petróleo, apesar de ‘trégua’

Categorias
Arábia SauditaNotíciaOPEPOrganizações InternacionaisOriente Médio
Show Comments
Show Comments