Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel rejeita adiar prisão do xeque Raed Salah, apesar do coronavírus

Protesto contra a decisão do tribunal israelense de condenar Raed Salah a 28 meses de prisão, em frente ao Teatro Municipal de Tunis, Tunísia, em 21 de fevereiro de 2020. [Yassine Gaidi - Agência Anadolu]

O Ministério Público de Israel rejeitou um pedido para adiar a detenção do xeque Raed Salah, que deve voltar à prisão em 25 de março, informou o Arab48.com no domingo.

O veterano ativista de direitos palestinos foi condenado a 28 meses de prisão pelo Tribunal de Magistrados em Haifa por comentários que fez em um funeral em 2017.

O xeique Salah já passou 11 meses em detenção e, portanto, deve passar outros 17 meses atrás das grades para concluir sua sentença.

“Os promotores israelenses confirmaram a rejeição de um adiamento na detenção sem considerar a situação atual relacionada ao coronavírus”, explicou o advogado de defesa Khaled Zabarqeh, que apresentou o pedido de atraso ao tribunal.

LEIA: Raed Salah: `A sentença contra mim é prova da injustiça de Israel’

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestineSlide Grande
Show Comments
Show Comments