Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel e EUA juntam esforços para maior controle da UNRWA, diz jornal

Palestinos se reúnem no prédio da UNRWA, na cidade de Gaza. Em 17 de setembro de 2019 [Mustafa Hassona/Agência Anadolu]

Os Estados Unidos e Israel estão coordenando esforços para reforçar os controles sobre a UNRWA, revelou o jornal Israel Hayom no início desta semana.

A publicação disse que “um comitê nomeado pela Assembléia Geral da ONU” deve iniciar discussões sobre a renovação do mandato da UNRWA na próxima semana, “que tradicionalmente obtém uma maioria automática e evita o fechamento da agência”. No entanto, este ano, o governo dos EUA ajudará Israel em sua tentativa de aumentar o controle sobre a missão da agência da ONU, acrescentou.

Segundo o jornal, em discussões preliminares entre as missões israelense e norte-americana na ONU e com a participação de vários outros países, “foi decidido apresentar à Assembléia Geral duas demandas; o primeiro é encurtar o mandato da UNRWA, para que seja renovado anualmente e não a cada três anos; e a segunda, obrigar a UNRWA a aumentar sua transparência financeira.”

“A UNRWA é um fardo para a comunidade internacional”, disse o embaixador de Israel na ONU Danny Danon ao Jerusalem Post na quarta-feira. “Utiliza os fundos do mundo para disseminar mentiras e falsas narrativas contra o Estado de Israel e ignora sistematicamente o cumprimento da meta para a qual foi estabelecida. Até que os portões da UNRWA sejam permanentemente fechados, trabalharemos com todas as ferramentas à nossa disposição para aumentar a supervisão. ”

Observadores acreditam que os relatórios recentes que alegam que o trabalho da UNRWA está contaminado com a corrupção não são “coincidentes” e servem a Israel e aos EUA para acabar com a causa palestina.

A UNRWA passou por intensa pressão depois que o governo dos EUA suspendeu a ajuda financeira à agência da ONU.

Fundada em 1949, a agência da ONU atende atualmente 5,3 milhões de refugiados palestinos.

Categorias
Ásia & AméricasEUAIsraelNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestine
Show Comments
Show Comments