Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

EUA renovam apelos para reabrir consulado palestino em Jerusalém

1
Presidente da Autoridade Palestina (AP) Mahmoud Abbas encontra-se com Hady Amr, enviado dos EUA para assuntos israelo-palestinos, na cidade de Ramallah, na Cisjordânia ocupada, em 4 de outubro de 2021 [Thaer Ganaim/Apaimages]

Hady Amr, representante especial da Casa Branca para assuntos palestinos, reiterou na quarta-feira (30) que o atual governo americano de Joe Biden continua comprometido em reabrir seu consulado palestino na cidade ocupada de Jerusalém.

Em um informe especial, destacou Amr: “Quero deixar claro que os Estados Unidos mantêm seu compromisso em reabrir o Consulado-geral de Jerusalém. Cremos que, ao reaver o escritório, os Estados Unidos estarão em melhor posição para engajar-se e conferir apoio aos palestinos”.

“Continuaremos a debater a questão com nossos parceiros palestinos e israelenses”, reafirmou. “Uma dedicada equipe trabalha em campo na cidade de Jerusalém, através de nosso Escritório para Assuntos Palestinos, com foco diário em engajamento e diálogo com os locais”.

Durante sua campanha, o presidente democrata Joe Biden prometeu reabrir o consulado. Não obstante, postergou a medida ao longo dos governos israelenses de Naftali Bennett e Yair Lapid, que alegaram riscos à coalizão caso se materializasse a promessa.

“Os laços entre Estados Unidos e o povo palestino datam do século XIX, quando abrimos nossa primeira missão diplomática em Jerusalém”, prosseguiu Amr. “Logo, estamos focados no futuro e na melhora de vida dos palestinos comuns”.

LEIA: Al-Haq lança relatório ‘Apartheid de Israel: Ferramenta do colonialismo sionista’

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments