Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Ataque de Israel contra ongs palestinas é ‘inaceitável’, afirma União Europeia

1
Josep Borrell, chefe de política externa da União Europeia, em Bruxelas, Bélgica, 21 de março de 2022 [Dursun Aydemir/Agência Anadolu]

Josep Borrell, chefe de política externa da União Europeia, condenou nesta segunda-feira (22) os recentes ataques de Tel Aviv contra organizações da sociedade civil palestina, ao descrevê-los como “inaceitáveis”, segundo informações da agência Anadolu.

“A União Europeia expressa profunda preocupação sobre os ataques contra seis grupos da sociedade civil palestina, na manhã de 18 de agosto, e as medidas subsequentes, incluindo prisão e interrogatório de trabalhadores”, declarou Borrell em nota.

“Tais ações são inaceitáveis”, acrescentou Borrell, ao reafirmar que supostos esforços de combate ao terrorismo “não devem prejudicar a sociedade civil e seu valioso trabalho”.

Borrell asseverou que o bloco não recebeu “informações substanciais” de Israel para rever sua política referente às entidades criminalizadas pela ocupação, sob acusação – sem evidências – de desvio de recurso a favor de supostos agentes terroristas.

Borrell reiterou ainda que a União Europeia apoia os apelos da Organização das Nações Unidas (ONU) para que Israel recue sobre medidas impeditivas a esforços humanitários nos territórios palestinos ocupados.

LEIA: CIA não encontra razão para rotular ongs palestinas como ‘grupos terroristas’

“Uma sociedade civil livre e forte é indispensável para promover valores democráticos e para alcançar a solução de dois estados”, concluiu Borrell.

Em 18 de agosto, forças israelenses invadiram escritórios de sete ongs palestinas, vandalizaram os imóveis, confiscaram documentos e computadores e soldaram as portas – ao declarar, deste modo, o fechamento compulsório das organizações.

Em outubro, Tel Aviv criminalizou as seguintes ongs da sociedade civil: Associação de Direitos Humanos e Apoio aos Prisioneiros Addameer, Fundação al-Haq, Centro Bisan para Pesquisa e Desenvolvimento, União dos Comitês de Mulheres Palestinas (UPWC), União dos Comitês dos Trabalhadores Agrários (UAWC) e a Defesa da Infância Internacional – Palestina, cuja matriz é sediada em Genebra.

A União dos Comitês dos Trabalhadores de Saúde (UHWC) também foi alvejada pelos ataques da última semana. A operação foi repudiada veementemente em âmbito local e internacional.

LEIA: Ataque de Israel contra ongs palestinas resulta da inação dos EUA, alerta Tlaib

Categorias
Europa & RússiaIsraelNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestinaUnião Europeia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments