Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Rússia prepara resolução da ONU contra ataque de Israel ao aeroporto de Damasco

Aeroporto Internacional de Damasco, 1° de outubro de 2020 [Louai Beshara/AFP via Getty Images]

A Rússia está preparando uma resolução a ser avaliada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas contra Israel, devido a um bombardeio sionista no Aeroporto Internacional de Damasco, no início do mês, reportou a rádio militar israelense neste domingo (19).

No entanto, segundo o jornal Times of Israel, o governo em Tel Aviv duvida que a proposta obtenha apoio internacional.

Potências globais — sobretudo a Rússia, aliada do presidente sírio Bashar al-Assad, ao lado de grupos iranianos — demonstraram indignação sobre o ataque israelense. Moscou insistiu não haver qualquer justificativa para a ofensiva.

Segundo a resolução, o ataque ocorreu em detrimento da lei internacional, da estabilidade regional e da soberania síria — “junto de outros países”.

Em outras ocasiões, o Líbano queixou-se à Organização das Nações Unidas (ONU) devido à violação de seu espaço aéreo por jatos israelenses, com intuito de realizar ataques na Síria.

Segundo Moscou, a ofensiva israelense danificou a pista de voo e outras estruturas e prejudicou o fluxo de ajuda humanitária à população civil.

Na última semana, a chancelaria russa convocou o embaixador israelense Alexander Ben Zvi para expressar sua apreensão sobre o incidente. Ben Zvi confirmou o descontentamento de Moscou diante das justificativas israelenses.

Segundo o embaixador, Israel aguarda novos esclarecimentos — “conforme o presente mecanismo russo-israelense para impedir casos de risco na Síria”.

LEIA: Rússia manifesta ‘profunda preocupação’ com ocupação de terras cristãs em Jerusalém por colonos

Categorias
Europa & RússiaIsraelNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioRússiaSíria
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments