Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Ex-prisioneiro palestino morre de câncer

Ex-prisioneiro palestino Zaid Al-Kilani [paldf/Twitter]

O ex-prisioneiro palestino Zaid Al-Kilani, da cidade ocupada de Nablus, morreu, na segunda-feira (16), de câncer, menos de um mês depois de ter sido libertado das prisões israelenses.

Sua família disse à mídia que ele morreu em decorrência da “negligência médica deliberada israelense na prisão”.

Al-Kilani foi liberado em meados do mês sagrado do Ramadã, pouco antes de ser transferido para o hospital, onde foi diagnosticado com câncer de estágio 4.

O mártir palestino foi preso sete vezes desde 2007, passando um total de quatro anos e meio nas prisões da ocupação, a maioria sob detenção administrativa – sem acusação ou julgamento.

O Clube dos Prisioneiros Palestinos culpou as autoridades israelenses pela morte de Al-Kilani.

“Kilani foi martirizado como resultado do crime de negligência médica deliberada da administração penitenciária israelense”, disse o órgão em um comunicado, ressaltando que ele foi diagnosticado com “estágios posteriores de câncer logo após sua libertação”.

LEIA: Matar líderes da resistência não matará a vontade ou o direito de resistir à ocupação de Israel

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments