Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Irmão do presidente do Banco Central do Líbano é libertado sob fiança de US$ 3,7 milhões

As forças de segurança tomam medidas enquanto as pessoas marcham em direção ao prédio do Parlamento e à Associação de Bancos depois de se reunirem do lado de fora do Banco Central do Líbano para protestar contra as restrições aos depósitos de moeda estrangeira nos bancos, em Beirute, Líbano, em 6 de outubro de 2021 [Hussam Shbaro/Agência Anadolu]

Raja Salameh, irmão do presidente do Banco Central do Líbano, foi libertado sob fiança de cerca de US$ 3,7 milhões, disseram duas fontes judiciais à Reuters.

Salameh foi preso em 17 de março e acusado de cumplicidade no enriquecimento ilícito por seu irmão, Riad, que foi posteriormente acusado de enriquecimento ilícito.

No mês passado, um juiz investigativo libanês ordenou a apreensão de propriedades pertencentes a Raja Salameh.

Ambos negaram as acusações contra eles.

Riad Salameh, 71, é governador do banco central do Líbano há quase três décadas. Seu mandato enfrentou um escrutínio crescente desde que o sistema financeiro implodiu em 2019 em um colapso que empobreceu muitos libaneses.

Riad Salameh também enfrenta outras investigações no Líbano e em pelo menos cinco países europeus, incluindo um inquérito suíço sobre suposta lavagem de dinheiro agravada no banco central (BDL) envolvendo US$ 300 milhões em ganhos por uma empresa de propriedade de Raja Salameh.

LEIA: Líbano fica sem passaportes, dizem autoridades

Categorias
LíbanoNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments